Curiosidades que você não sabia sobre o Churros!

Em carrinhos de vendedores ambulantes, nos menus de bares e restaurantes, o churros chegou e conquistou muita gente.

Por: Padeirito

Em carrinhos de vendedores ambulantes na praia ou na praça, em cafés e nos menus de sobremesa de muitos bares e restaurantes, o churros chegou e conquistou muita gente. Os palitinhos dourados, crocantes, são uma sensação. Canelados (ou não), recheados (ou não), acompanhados de potinhos de doce de leite, chocolate quente e até creme de avelã e cacau. Mas a receita nem sempre foi assim!

 

Os portugueses quiseram levar o mérito dizendo que, antes de todo o Ocidente, haviam provado bolinhos ligeiramente salgados em forma de dedos, na China. Importaram a ideia e ainda tiveram a genialidade de polvilhar canela e açúcar por cima. Contudo, o mundo esqueceu dessa história.

 

Acredita-se que a criação é, na realidade, espanhola. As primeiras versões teriam sido feitas por pastores de ovelhas e cabras que, no alto das colinas, não tinham acesso a ingredientes frescos ou um bom pão, versão defendida no livro The World Best Brunches (Os melhores brunches do mundo), publicado pelo guia Lonely Planet. Em contrapartida, misturar farinha e água e fritar ou assar essa massa numa fogueira era uma forma natural de resolver o desjejum.

 

Na Espanha, os churros são populares há mais de um século no café da manhã, no lanche, como cura-ressaca e sobremesa. Por lá, serve-se uma meia dúzia bem fininha de churros com uma porção de chocolate quente, quase uma ganache. Parece delicioso, não é mesmo?

 

E você, tem alguma variação da receita de churros? Qual sua forma favorita de comer esse doce tão saboroso? Conta pra gente!


Tags: padeirito, confeitaria